Tambor de freio

Durante o terceiro dia da viagem de Portugal pra Viena senti uma vibração estranha ao freiar o carro. Em alta velocidade não sentia, mas ao parar ficava evidente que algo não estava muito certo. O sintoma esse: ao parar, o carro vibrava, o pedal de freio pulsava. O volante permanecia reto.

A causa do problema era desconhecida, mas desconfiava do tambor de freio empenado. O primeiro teste que se faz numa condição como essa é, numa rua segura sem ninguém dirigindo atrás, puxar o freio de mão e sentir se o efeito é o mesmo. Fiz isso, e não senti porra nenhuma. Ou seja, o problema não é atrás?! Como pode?

Meu pai e eu botamos o carro em cavaletes, porém primeiramente prendendo uma roda traseira. Depois acelera e freia ao mesmo tempo. Como o freio se comporta? Do mesmo jeito que quando se anda. O carro inteiro chacoalhou quando fizemos isso com a roda traseira esquerda. Ou seja, o problema só pode ser o diabo do tambor empenado.

Existem duas soluçoes possíveis para esse problema. A primeira é a troca da peça. A segunda é o reparo do tambor, dando um passe.

O reparo é complicado. Precisa dar um passe no torno e dependendo da ovalização, não tem muito o que fazer. Além disso, se aumenta muito o diâmetro e assim as pastilhas nao casam mais com o tambor. Outro problema é na execução, porque se não centraliza muito bem, ferrou tudo de vez. Tem que ser um torneiro muito caprichoso pra fazer o negócio certinho. E fora o custo aqui na Áustria de um negócio desse. Não sairia barato por aqui, com o custo da mão de obra tão alto.

A troca é simples, né?

Não quando se trata de uma Brasilia em Viena. Onde se acha uma porra de peça dessa? Passei alguns dias pesquisando se existe algum carro por aqui com o mesmo tambor. Fusca nao usa, Karmann-Ghia nao usa, Kombi não usa, Golf I não usa. Puta merda, pensei. Vou ter que mandar trazer do Brasil.

Daí pensei, que carros a VW fabricou aqui por volta de 1965-1975? Além daqueles que eu listei, tinham os Typ3 e Typ4 Variant. Eram os VW médios da época pré-passat. Aqui alguns exemplares:

typ4variant

typ4

typ3

 

São veículos raros até aqui. São os 1600 daqui, parente do VW 1600 brasileiro (Zé do caixão). Já vi um ou outro nos encontros de Fuscas daqui, mas tem muito mais Kombi, Karmanns, Buggys e etc do que esses Typ3/4. Por isso também é mais difícil achar peças pra esses carros.

Por fim descobri que o tambor de freio desses carros é exatamente o mesmo da Brasilia. Eles tem o mesmo diâmetro interno (248 mm) e tem a mesma furação 4 x 130. E achei uma loja que vende peças pra esse carro na Alemanha. O custo, de 62 euros, é OK. No Brasil é bem mais barato, mas eu preciso disso rápido.

A peça chegou, testamos, funcionou. Está ótimo!

Aqui o link para a peça: http://shop.bugwelder.com/fahrzeugauswahl/vw-typ-3-62-73/bremsanlage/bremse-hinterachse/bremstrommel-hinten-vw-typ-3-ab-66-vw-411-412.html

Aqui o link para a loja: http://shop.bugwelder.com/

Aqui o bicho:

Bremstrommel hinten VW Typ 3 ab ´66 & VW 411412 - Bremse Hinterachse - Bremsanl_2014-07-11_12-07-38

Advertisements

0 Responses to “Tambor de freio”



  1. Schreibe einen Kommentar

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden /  Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden /  Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden /  Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden /  Ändern )

w

Verbinde mit %s




Klaus Wagner

Viena, Áustria

http://www.wagnerk.com
Advertisements

%d Bloggern gefällt das: